Cigarro

Ontem você bateu na minha mão e derrubou o meu cigarro. Não importa, acendi outro mentalizando você. Deixo aquela guimba pra outro desesperado.
Porque tudo quando dá errado, não tem caminho, não tem telefone, não tem uma moeda no chão… Mas tem sempre uma bituca de cigarro pra aliviar a dor.

Anúncios

Deixe aqui um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s